Archive for janeiro, 2008

Cursos e mais cursos

Hoje, recebi meu certificado da Funyl de conclusão do meu curso de Redação.

Ontem, tive minha primeira aula de Designer Gráfico (photoshop, corel e indesign) no SENAC.

Se depois de concluir esse último eu não tiver um portifólio decente, vou botar umas fotos sensuais nesse blog e virar puta de luxo.

Aguardem.

Anúncios

Alguém me diz?

Alguém me diz porque a bêbada, descontrolada, vulgar, sem-noção, tosca, burra e barraqueira da Natália do BBB8 ainda não foi sequer indicada pro paredão?

Olha, eu não assisti nem 2 dias desse programa, mas minha irmã me fez ver uns vídeos dela no youtube de queimar o filme de qualquer um… (Aos curiosos: busquem por “Natália bbb8” e vejam vídeos com os temas barraco, briga, bêbada, mulher-da-roça, depilação da xexeca e bizarrices similares…)

hvhg.jpg
“Vem dar uma espiadinha nos meus barracos!”

P.S.: no perfil dela no site do BBB8 tem a pérola:

Uma mulher bonita: Fergie, da banda Black Eyed Peas”

x2.jpg
Gente, mas não é que a bitch tem A CARA de de c* da Fergie? Que coincidência!

Quanto narcisismo, hein, Nat? Citar alguém que parece com você!!!

Um daqueles desabafos sobre operadora de celular.

Incrível, nunca fui de reclamar da Tim, mas hoje eu fiquei de cara.

Tenho um plano pós pago, o tal do Tim Família: no meu caso, 400 minutos divididos entre meus pais, eu e minha irmã. Como estou há 10 meses com esse plano, tenho direito há um desconto [previsto em contrato] para troca de aparelho. Tudo ótimo. Esse desconto também existia no ato de contratação do plano, e na ocasião, a gente aproveitou o desconto de 800 reais para trocar o aparelho da minha irmã.

Há algum tempo atrás, meu pai precisou de um aparelho novo, e ele tinha duas opções:
– usar apenas 100 reais do desconto para pegar um aparelho simples (que era o que ele queria) e perder os outros 700, já que o desconto vale só para aquela troca, até acumular de novo até os próximos 10 meses.
– comprar um aparelho normalmente, e deixar o desconto intacto. E foi isso que ele fez, já que não faz questão de pegar um aparelho caro.

Hoje, por volta das 11h40, eu estava chegando na loja da Tim, para trocar de aparelho. A coisa já estava tensa porque uma das grandes lojas da Tim de Brasília está reformando (a do shopping Pátio Brasil, restando só um quiosque – que faz esse tipo de serviço – no Conjunto Nacional e a loja do Taguatinga Shopping). E ainda dei a sorte de todos os preferenciais aparecerem por lá: quando cheguei havia 3 pessoas na minha frente; 1 hora depois, haviam 7: 2 gestantes, 2 mulheres com criança de colo, uma mulher de braço engessado, uma senhora de muletas e uma idosa.

Com a fé de que muita gente desiste e vai embora, fiquei por lá. Resolvi agilizar minha vida e pedi pra uma das atendentes checar o valor do desconto, e ela checou e confirmou os 800 reais. Lembrou ainda que se minhas contas excedem com freqüência e que eu poderia garimpar mais descontos pela central de relacionamento. Liguei lá e consegui mais 150 reais de bônus para cada integrante do plano, só que, me informou a atendente, esse bônus era intransferível. Ok.

Depois de gastar mais uma hora analisando aparelhos – enquanto, lembre-se, eu ainda não tinha sido atendida – convenci minha mãe a pagar a diferença de 140 reais e me dar um Prada. A segunda opção, bem mais em conta e que ainda ia deixar perder o resto do desconto, era um LG Shine, que custava uns 750 reais.

prada2.jpg
Você quer esse celular? Aháááá, pegadinha do malandro!

Depois de mais de 2 horas de espera, minha senha finalmente foi chamada. Eu fiquei feliz e contente de achar que esperar tinha valido a pena, porque já tinha escolhido o aparelho então não devia demorar tanto. Mas, para minha decepção, a atendente falou que constava no sistema que o desconto de 800 reais deveria ser dividido pelos membros do plano, e eram intransferíveis e não cumulativos. Ou seja, meu desconto total seria de 200 (base) mais 150 (adicionais que eu consegui). Sabe qual aparelho eu consigo pegar com esse desconto? Um Motorola V3. Sabe qual aparelho eu tenho agora? Um V3!!! Se eu quiser trocar os 4 aparelhos agora, tudo certo, você tem 800 + 600 reais de bônus em 4 aparelhos. Em um só, nada feito.

O grande problema, é que antes não era assim. No caso do aparelho da minha irmã foi diferente. Mas como aparentemente (vou checar isso) consta no contrato que os planos de bônus podem ser alterados, eles não me devem satisfação.

O que me deixa puta, é que essa mudança só serve pra fazer com que a gente não use o desconto todo, afinal, não tem razão as 4 pessoas daqui de casa mudarem de aparelho agora. Como eles sabem que a maioria das pessoas prefere ir trocando para aparelhos com mais recursos do que mudar de 10 em 10 meses as 4 pessoas para aparelhos sempre do mesmo nível, eles calculam que provavelmente as pessoas vão usar o desconto e pagar a diferença de 500, 600 ou 700 reais para pegar aparelhos mais novos. Ou seja, mais lucrativo para eles.

Ao invés de me apresentarem razões para refazer minha fidelização (que é re-feita pra usar esses descontos), me deixaram 2 horas esperando para dizer “não é bem assim”. Me botaram uma bela barreira: a Vivo já me ligou mais de 7 vezes oferecendo aparelhos de última geração para fazer o mesmo plano. E a gente não muda por que não quer mudar de número. Minha mãe então, que usa celular como ferramenta de trabalho, nem pode pensar nessa possibilidade.

Me sinto idiota, presa na Tim, que ao invés de me oferecerem vantagens reais, maquiam bônus medíocres.

Pois é… Tim, viver sem fronteiras??!

(Longa) Reflexão sobre arrogância e simpatia.

Eu adoro sair pra dançar. Tem uma boate aqui de Brasília que eu vou muito com minha melhor amiga, e por isso dizemos que temos muitas “histórias de trend” – Trend Lounge é nome da boate ou câmara-de-gás-de-nicotina-subeterrânea-com-música.
P.S.: essas histórias cômicas ainda vão render uma categoria por aqui.

Voltando ao assunto, o que eu pude aprender de todas essas histórias foi:

1. Os caras acham as minas de Brasília arrogantes;
2. Os caras acham as minas de Minas Gerais simpáticas;

Já perdi a conta de quantas vezes perguntaram se sou de Minas. Olha, eu garanto que não tenho sotaque de mineira, aliás, costumo ter agonia de fonemas estranhos aos que eu aprendi na minha alfabetização, mas é verdade que perguntam muito. Também devo dizer que, definitivamente eu não sou um doce de pessoa, porém, antes que você saia me chamando de convencida, leia o texto até o final, trato feito?

E afinal, as Brasilienses são arrogantes?
Bem, generalizar é sempre um pecado…mas…digamos que sim. Agora passando a culpa dessa guerra dos sexos pro outro lado, isso deve ter um motivo. Vai ver os caras que estão chegando do jeito errado.

Durante as minhas observações, conclui que existem 3 categorias predominantes:
A) Os bêbados idiotas, que chegam com bafo de vodka e esperam que você tenha saco para o “vem cá, vamosss só nos conhecer”.
B) Outro subgrupo que a gente imediatamente classifica como sem chance: nerdz, retardados, e esquisitos de toda sorte.
C)
E os caras que estão de boa, que chegam pra conversar mesmo.

Opa, você generalizou, Vivi! Ta, não tem jeito, se não fizer isso, não consigo analisar a situação. Enfim, considerando que apenas um desses 3 tipos vão ter real chance com as minas normais (descarte aqui as piriguetes, desesperadas, bêbadas e piriguetes-desesperadas-e-bêbadas) e que muitas vezes esse tipo é minoria na balada, e que desse tipo aparentemente normal, ainda vão ter os caras que vão dizer merda, ou seja, considerando tudo isso, a gente conclui que as mulheres normais acabam passando a noite inteira tendo que agüentar essa maioria frustrante chegando nela. Os freaks são até fáceis de dispensar, mas e os bêbados, que agarram e vão logo fungando nosso cangote? Entendeu aonde eu quero chegar? Traumatizadas pelas péssimas condições, elas começaram a dar toco em qualquer ser que mija em pé, salvo exceções, tipo se o homem for um deus grego.. Elas já saem pra balada esperando o pior e sem saco. Elas nem dão mais ouvidos, viram a cara, ignoram, e se preciso, levantam aquela mãozinha como quem diz “basta!”. É, nada simpático. Daí vemos que na verdade, talvez eu nem seja assim legal, eu apenas não sou tão chata. Sacou?

Agora, entra a parte da minha experiência pessoal
Como dizia minha vó, eu sou namoradeira. Já fiz as contas, desde meu primeiro beijo (real, beijinhos de pré-escola obviamente não contam) até hoje, eu fiquei quase 80% do tempo comprometida. E não foi por isso que deixei de sair só com minhas amigas pra bares, shows, boates e afins de vez em quando! Senão, como eu agüentaria tanto tempo se namorasse com caras chatos e possessivos?

Todo mundo sabe que aliança até ajuda, mas não é cerca elétrica, logo, dei muitos e muitos tocos nessas ocasiões. “Nossa, vivi, você devia ficar de saco cheio de ficar despachando o povo, como você ainda conseguia ‘ser simpática’?”. Olha, eu fico refletindo as vezes como, nesse aspecto da vida, é melhor ser mulher. O ato de chegar em alguém, deve ser muito chato. Ficar tentando, tentando, se expor, levar toco, etc etc. Tudo bem que faz parte e tudo sai muito natural, não é nenhum trauma. Mas sei lá, tomar iniciativa, ter cara de pau de chegar e falar “oi”, estando sóbrio e ainda assim conseguir ficar com uma garota legal e bonita, deve ser meio trabalhoso. E, mais, eu acho que se todo mundo for arrogante a balada seria uma merda, então tento fazer minha parte.

Resumindo, quando os caras chegam em mim, se ele não estiver muito bêbado, porque aí dar atenção só piora, eu respondo: oi, meu nome é tal, prazer te conhecer também, mas eu tenho namorado. Pronto. A partir daí, há os educados, que se retiram; os que se fazem de incrédulos e me chamam de mentirosa, e os que são babacas.

Os que se fazem de incrédulos, acabam perdendo o bom senso, pedindo pra ver aliança. Aí, começa a parte que eu vou dizendo “olha, sem chance, sério!” e começo a ignorar. Os babacas, eu respondo no mesmo tom.

É, eu também sei ser babaca. Foi semana passada que o cara falou “Ah é? E cadê o corno?”. Honestamente, ainda que eu traísse meu namorado eu jamais ia deixar um idiota que eu nunca vi na vida falar assim dele. Afinal, eu ainda estou namorando, então eu devo sentir um mínimo de pena, pelo menos! Acho que a mulher tem que ser muita escrota pra achar isso engraçado. Porque as mulheres traem por várias razões, mas nunca vi uma trair porque acha engraçado. Foi aí que eu respondi:

– Está comendo a sua mãe, otário. Vaza.

Minhas amigas e os amigos do cara começaram a rir muito do que ouviram. O sr. Apelão-porque-tem-pinto-pequeno ficou putinho, mas sem graça. Me xingou de alguma coisa e foi embora.

E ainda assim você continua sendo simpática?
É aquela história, minha educação depende da sua. Se o cara está agindo normalmente, eu converso. Já até bati uns papos sobre esse assunto do texto com uns caras que perguntaram se eu era mineira. Não custa nada. E meu namorado confia muito em mim pra ter certeza que simpatia não tem nada a ver com dar mole. E os caras maduros também identificam isso. Logo, nada demais.

Moral da história: queridos machos-de-plantão, sejam simpáticos, educados e criativos na hora de chegar. Eu não sou homem pra testar isso, mas aposto que vai ser mais eficiente que bafo de vodka.

Decadência

Estou fazendo um curso de Redação publicitária lá na Funyl. (Uma bolsa de estudos que ganhei num concurso há um tempo atrás)

No primeiro dia de aula, essa segunda-feira passada, cinco minutos antes do intervalo comecei a sentir aquele cheiro de esfiha do habib’s.

5555.jpg
Hmm, água na boca!

Nem preciso dizer que este foi coffee-break oferecido pra gente, uma delícia. Todo mundo elogiou, ficou feliz e voltou pra sala de barriguinha cheia.

Segundo dia de aula, a coisa já não foi tããão top: serviram coxinhas, kibes e empanados de milho, que estariam ótimos se não estivessem pingando óleo, além de estarem meio frios… e pior: ainda assim acabaram super rápido. Não foi aqueeela satisfação. Mas ok, deu uma enganada nas mandíbulas nervosas e lombrigas de plantão.

Eis que hoje, terceiro dia, estava eu na minha aula, tentando adivinhar qual seria o rango. Não senti cheiro de nada, aí pensei: “Hmm, deve ser sanduíche de metro!!!”.

59591.jpg
Opa, é assim que eu gosto!

Olha, eu queria que tivessem filmado a cara das pessoas saindo das salas e brochando ao olhar pra mesa e se deparar com 5 caixas de bombons Nestlé e 4L de guaraná Kuat.

5656.jpg
Isto não é refeição!

Só digo uma coisa: amanhã vai ser freegells + dolly.

next4.jpg
Tomou?

Sempre suspeitei!

Ontem a noite assisti um DVD bem legal da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) sobre a história da propaganda no Brasil.

E sabe, minhas suspeitas se confirmaram…

Advinha quem apresentou o PRIMEIRO* programa transmitido na TV Brasileira?

Sim, ela!

hebe.jpg
Ah, mas que gracinha!

Uma salva de palmas para Hebe Camargo, o único animal empalhado que apresenta programas e distribui beijos por aí.

 

*Sim, após o discurso do presidente da época que minha memória de titica não me deixa lembrar, o primeiro programa elaborado e transmitido, foi esse.

Momento musical

Eu adoro prestar atenção em letra de música.

E a poesia dessa música abaixo é maravilhosa. Na voz da Shakira então, eu até choro.

bua.jpg
Aaah essa música é linda. E combina comigo. Porque ele não me ama. Buáááá!

Deixo aqui então, meu momento musical:

shakira.jpg
Musa.

Moscas en la casa

Mis días sin ti son tan oscuros,
tan largos, tan grises,
mis días sin ti.
Mis días sin ti son tan absurdos,
tan agrios, tan duros,
mis días sin ti.
Mis días sin ti no tienen noches.
Si alguna aparece
es inútil dormir
Mis días sin ti son un derroche,
las horas no tienen principio, ni fin.
*
Tan faltos de aire,
tan llenos de nada,
chatarra inservible,
basura en el suelo,
moscas en la casa.
*
Mis días sin ti son cómo un cielo
sin lunas plateadas
ni rastros de sol.
is días sin ti son sólo un eco
que siempre repite
la misma canción.
Pateando las piedras,
aún sigo esperando que vuelvas conmigo.
Aún sigo buscando en las caras de ancianos
pedazos de niños.
Cazando motivos que me hagan creer
que aún me encuentro con vida.
Mordiendo mis uñas,
ahogándome en llanto,
extrañándote tanto.
Mis días sin ti…
Cómo duelen los días sin ti…

Glossário últil / “Vivi-também-é-cultura”:
largos = longos
grises = grisalhos, cinzas
agrios = amargos
derroche = desperdício
chatarra = sucata
basura = lixo
pateando = pisando
ahogándome = afogando=me
llanto = pranto
extrañándote (n.e.: adoro esse verbo) = sentindo sua falta

Assinado: Vivi, fã da Shakira e de espanhol, intolerável irritada com quem acha que portunhol é espanhol, e aspirante do D.E.L.E. (Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira).

Arrepios com altas concentrações de erros simples de português.

Um dia, se deus quiser, eu vou ser algo próximo de uma gramática ambulante. Infelizmente, por falta de estudo, eu ainda cometo alguns erros idiotas.

Algo que preciso deixar claro é que eu não tenho preconceito algum contra pessoas que por determinadas razões não tiveram acesso a educação de qualidade e por isso tem dificuldades com gramática.

Eu tenho só agonia de pessoas que eu sei que estudaram em boas escolas e tem plena capacidade de escrever melhor.

Repare:

” ie vei zé eu to aqui pra diser q vc é trhoter e ainda é primo
e vei vc de pai deve tar sendo mt comedia masi boa sorte ai com o miguel tb um abração pra vc pra raquel e pro miguel td de bom

flws”

Essa pessoa eu conheço e sei que teve educação de qualidade. E por isso me sinto a vontade em dizer que 15 bizarrices em 3,25 linhas NÃO É NORMAL.

Achou muito? Conte comigo:

ie (1) vei (2) zé (3) eu to aqui pra diser (4) q vc é trhoter (5, 6) e ainda é primo (7)
e vei (8) vc de pai deve tar (9) sendo mt comedia masi (10) boa sorte ai com o miguel tb (11) um abração pra vc (12) pra raquel e pro miguel (13) td de bom (14)

flws (15)

E olha que não contei as acentuações porque é um depoimento informal, para internet, e acho que nesse caso é opção colocar acento ou não nas palavras mais óbvias, que não vão dificultar a compreensão da mensagem – mas me perdoe, PONTUAÇÃO É BÁSICO.

Cara pessoa, se um dia você vier a ler isso, não se ofenda!

Apenas copie o texto abaixo e reenvie esse depoimento ao seu trhoter! (brincadeiriiinha!) 😛

Ie, véi! Zé, eu tô aqui pra dizer, q vc é brother! (e ainda é primo!) E véi, vc de pai deve tá sendo mt comédia, mas boa sorte aí com o miguel tb. Um abração pra vc, pra raquel e pro miguel. Td de bom!
flws!

P.S.: Perdão pelos meus futuros erros, embora eu nem sempre perdoe os erros alheios. Aposto que ainda vão aparecer mais posts sobre isso por aqui…

Dica do dia!

E aproveitando o belo dia de sol, gostaria de dar uma dica, a você, linda mulher do meu Brasil varonil!

Vamos todas abolir o uso de Dove summer tone, Jet bronze e similares! Coloque seu biquini e aproveite tardes e manhãs pra ficar da cor-do-pecado tomando banho de sol em sua lage, jardim ou cobertura de seu duplex com piscina e sauna. Não importa o lugar, apenas utilize o sol com moderação nas horas certas e de preferência, com o Sundown* – o patrocinador oficial do sol! – adequado para sua pele. Lembre-se: o câncer de pele continua causando por aí! E mais: protetor solar não te impede de pegar aquela marquinha (vai por mim, experiência própria):

olhaelaai.jpg
Olha ela aí! Dá até pra ficar melhor que isso!

O importante é não usar essas bostas de métodos artificiais, porque sua pele fica LARANJA!!!

A moda pegou forte lá no Japão:

japonfreak.jpg
Meus parabéns! Vocês acabam de sair dos padrões normais de pigmentação da pele humana!

E não estou brincando, tem muita menina igual as gatitas aí de cima pelos álbuns do Orkut!

Assim sendo, deixo aqui meu manifesto contra essas aberrações cutâneas! Diga não a essas ameaças líquidas a sua beleza! Diga sim a vitamina D!

Aproveite e faça parte desta comunidade: “Eu tenho medo de gurias laranjas”.

*Eu merecia ganhar alguma coisa por esse merchandising, ham?

P.S.: Esse post é dedicado a Helô, que me entende muito bem! :*

Então eu pari um blog.

Olá. Antes de mais nada eu gostaria de dizer que sou completamente ignorante em relação ao funcionamento do wordpress.

smaller2.jpg
Começo de blog é uma merda!

Paciência, caros futuros leitores!

Ps: Gus Fune, amigo querido, volta logo de viagem pra me fazer um template decente que esse aqui está muito emo e absolutamente não combina comigo. Um leesho! Okbeijos!